A Associação Carcará foi criada em agosto de 2016 como um rizoma de estratégias no contexto de um golpe e do clima de desalento político a ele atrelado.

Enfrentamos condições – política de austeridade, medidas de exceção, autoritarismo – onde apenas o ativismo não é suficiente para superá-las. É urgente pensar a vida em nossos lugares, estimular a criação de conceitos potentes para novas linhas de fuga, sem perder de vista também as dimensões ofensivas, táticas, imprescindíveis para resistir à guerra onde fomos lançados de forma desprevenida, pois, como diz o Comitê Invisível, não há uma crise a ser superada, mas uma guerra a ser vencida.

Por isso, além de uma cooperativa de cursos e atividades teóricas, a Carcará assume-se desde o início como um dispositivo político: ativando intensidades em ações coletivas, apoio a movimentos sociais, rede de trabalhos e conspirações, tendo como pressuposto que o pensar e articular conceitos não se separa destas ações.

Por isso, como símbolo temos a Carcará, uma ave guerreira. O tempo não é propício para negociações e apaziguamentos.

De acordo com seu estatuto, a Associação Carcará não é vinculada a empresas ou doutrinas religiosas, possuindo caráter informativo, mobilizador e democrático, fomentando ações para a concretização da educação política, defesa dos espaços públicos e comunitários e formação artístico-cultural.

Associação Carcará possui as seguintes finalidades:

  • Estimular o debate crítico e público em temas de relevância política nacional e internacional;
  • Auxiliar na difusão e discussão de obras de caráter filosófico, cultural e artístico;
  • Defender a cultura intangível e manifestações artístico-culturais em risco de extinção;
  • Atuar em temas relacionados ao direito à cidade, educação, cultura democrática, direitos e políticas de gênero, direitos indígenas, quilombolas e de populações atingidas por grandes empreendimentos.

Na consecução de seus objetivos, a Associação Carcará poderá valer-se dos seguintes meios e instrumentos:

  • Realização de eventos culturais e artísticos de caráter comunitário;
  • Organização de cursos e palestras;
  • Criação do Selo Editorial “Carcará – pega, mata e come”
  • Estabelecimentos de parcerias com instituições públicas e privadas, celebrando convênios, contratos e termos de cooperação.
  • A Associação Carcará poderá atuar como parte ativa em ações jurisdicionais de caráter difuso e coletivo nos temas estabelecidos em seu estatuto.

 

Eventos anteriores

Conferência: A multidão e os movimentos políticos contemporâneos | com Peter Pál Pelbart, 8/11/16, no Al Janiah.

Curso: Todas somos Frida: Escritoras mexicanas feministas contemporâneas | com Viviane Bagiotto Botton. Entre 09/11/2016 a 07/12/2016 na Azteza, então Livraria Fondo Cultura Econômica no Brasil, São Paulo.